quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Hoje quando passavas…

 

Foi hoje, sim, hoje mesmo, quando passavas depressa com um enorme sorriso nos lábios, que eu me apercebi que te amava!

Foi hoje, mas foi tarde, porque já para outro, os teus lábios sorriam, e eu ali, a contemplar-te, como se de um ícone se tratasse!

É verdade, faz agora um segundo que te conheci com um sorriso nos lábios, faz agora, dois segundos, que notei que para mim não era…o sorriso! Completam-se exactamente hoje três segundos, em que eu descobri que amar-te era algo mais do que falta de bom senso, era sim, falta de jeito…para comigo mesmo!

Foi hoje, não, hoje não, há bocado, que tornaste a passar com o mesmo sorriso nos lábios, e percebi, novamente, que te amava!

Sim, foi hoje, não! Hoje não! Há bocado, aliás, um bocado tarde de mais, em que eu me apercebi de que, os teus lábios, não sorriam para mim, e eu ali, a contemplar-te…como se de um ícone ortodoxo se tratasse.

Assim é o desamor.!

2 comentários:

  1. A PROCURA ´,O ENCONTRO ,O DESENCONTRO A DESILUSÃO, JÁ PASSEI POR TUDO ISSO AMIGO ,E AINDA NÃO ME CANSEI......ISSO DÁ SABOR Á VIDA , VAMOS CONTINUAR?....JOKAS

    ResponderEliminar
  2. João: não desistas...É sempre Hora do Amor, Naquele preciso momento...
    Beijinho

    ResponderEliminar