segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Anjo Perdição

Como seria bom estar sempre ao teu lado!

Olhar-te, sentir-te, sentir o teu calor e o teu cheiro.


Como seria bom, sim, como seria bom, ouvir-te dizer: - amo-te!

Ou então, muito simplesmente, como seria mágico tu me quereres como eu te quero…mais que tudo!


Como seria bom poder tocar o teu corpo deliciosamente nu e cheiroso, desse teu cheiro incomum que me enlouquece!


Como seria bom escutar o teu cintilante e excitante sussurrar dizendo que que me queres sentir forte, feio e fundo em ti!


Mulher! Como seria bom poder beijar esses teus rijos seios, morder-te esses lábios carnudos, cheirar o teu cabelo e fazer amor contigo… e chamar-te MULHER, mulher da minha vida…mulher que eu quero para mim, neste presente, neste momento, neste agora…


Não Imaginas como seria bom deixar de sonhar…deixar de ouvir tal música no meu coração…de escutar o nervoso tic-tac- tic-tac tic-tac do relógio, para poder sair, para te poder procurar por ai, para te ver…ajuda-me! Imploro-te! Tira-me deste buraco fundo que é o meu amor incontrolável por ti…meu anjo da perdição, que me faz sentir calor, ardor, fogo e tesão…


…que o diabo te carregue, mas vá, isso, força, rasga-me esse véu, expõe o teu corpo ao céu, faz o que quiseres de mim…mas deixa-me ver-te nua, beijar o teu intimo e gritar bem alto: - tu, minha louca, és a Mulher da minha vida!


Como seria bom eu calar-me, mas melhor, o mais que bom, seria eu deixar de te querer mais do que me quero a mim mesmo!


Sabes, quando por fim me acalmo, penso que juntos poderíamos não mudar o mundo, mas talvez, quem sabe, mudar um pouco de nós mesmos!

3 comentários:

  1. Mais um excelente poema...fantastico e cheio de emoção...adorei!!
    João,mas tu andas mesmo muito inspirado...Bj

    ResponderEliminar